5 podcasts para entender a crise climática

pexels erik mclean

Chuvas intensas e catastróficas, secas inexplicáveis e calor extremo nas grandes metrópoles brasileiras: é possível entender o que estamos vivendo com um par de fone de ouvidos. Listamos cinco podcasts que entregam conteúdo sobre crise climática e justiça ambiental  enquanto você lava a louça, passeia de bicicleta ou se prepara para dormir.

 

Periferia, justiça climática e racismo ambiental

 

Episódio do podcast Impacto na Encruzilhada conta como favelas, periferias e comunidades têm colocado de pé iniciativas Brasil a dentro. Um exemplo? como promover possibilidades de lazer democráticas e acessíveis.

 

 

Gregos e alagoanos

 

Um dos maiores desastres ambientais do Brasil foi profetizado pelo ecologista José Geraldo Marques, que tal qual Cassandra de Homero não foi ouvido. Episódio do podcast Rádio Novelo Apresenta narra a história de José Geraldo, que dedicou a vida a apontar os problemas da extração de sal-gema pela Braskem em Maceió. Ouça o presente de grego.

 

 

Rádio Sumaúma

 

Quando o poeta amazonense Thiago de Mello descreveu a correnteza que leva a canoa no poema Como um rio, talvez ele não imaginasse um futuro com os rios de seu estado sem água. A grande seca da Amazônia e outros temas relacionados a cultura, cotidiano e política contados pelo portal Sumaúma.

 

 

Capitalismo sem limites acelera a crise climática

 

Neste episódio do podcast Ilustríssima Conversa, Luiz Marques, professor aposentado do Departamento de História da Unicamp, conta que grande parte do que se sabe sobre o aquecimento global já era conhecido no fim dos anos 1970.

 

 

Tempo Quente

 

A série da Rádio Novelo narra como um combustível jurado de morte no mundo ainda segue recebendo incentivo no Brasil, traz um case de reposicionamento de marca surreal, conta como funciona o lobby na Amazônia e discute a nossa “vocação” para hidrelétricas, entre outros temas. São oito episódios.

 

Conteúdos relacionados

asian city with waterfront

ARTIGO | Os desafios que Belém deve superar até a COP 30, em novembro de 2025

ARTIGO | A importância da conservação da biodiversidade

amarofreitas

Amaro Freitas: “Agimos como se fôssemos extraterrestres no nosso próprio planeta”

pexels lagosfoodbank

ARTIGO | Mudanças Climáticas: preocupação mundial com os impactos das atividades humanas e as discussões internacionais