Norte e Nordeste têm pior sistema de esgoto do país, mostra comparativo

pexels tom fisk

Um cruzamento de dados publicado pela Folha neste domingo (7) mostra o abismo entre os sistemas de esgoto do Norte e do Nordeste brasileiros em relação às demais regiões. Segundo a análise, entre os dez estados com melhor esgotamento estão todos da Região Sudeste, todos do Sul e três do Centro-Oeste (DF, GO e MS).

 

Já entre os dez estados com pior atendimento de esgoto, seis estão no Norte (RO, PA, AC, AM, AP e TO), três pertencem ao Nordeste (MA, PI e AL) e um é do Centro-Oeste (MT). O cruzamento levou em conta a pesquisa Censo de 2022, divulgada em fevereiro pelo IBGE.

 

A reportagem também utilizou dados da Organização das Nações Unidas (ONU) para comparar o sistema brasileiro com o de outros países. O comparativo conclui que 39,4% dos rondonienses têm um serviço de esgoto considerado adequado, índice semelhante ao de Cuba e Djibouti, enquanto São Paulo tem 94,5% da população com serviço adequado, percentual comparável ao de países como Austrália, Portugal e Suécia.

 

Segundo o IBGE, 75,7% da população brasileira têm acesso a um nível adequado de esgoto (62,5% com rede e 13,2% com fossas sépticas) — o Marco Legal do Saneamento tem como meta para universalização do saneamento, coleta e tratamento de esgoto 90% da população. De acordo com o Plano Nacional de Saneamento Básico, 2033 é a data limite para a universalização desses serviços.

Conteúdos relacionados

asian city with waterfront

ARTIGO | Os desafios que Belém deve superar até a COP 30, em novembro de 2025

ARTIGO | A importância da conservação da biodiversidade

amarofreitas

Amaro Freitas: “Agimos como se fôssemos extraterrestres no nosso próprio planeta”

pexels lagosfoodbank

ARTIGO | Mudanças Climáticas: preocupação mundial com os impactos das atividades humanas e as discussões internacionais